Nossos Serviços

Atuamos junto a Condomínios comerciais e residenciais, indústrias, entidades particulares e governamentais, hospitais, clubes, escolas em toda Grande São Paulo, abrangendo todo o setor deJardinagem e Paisagismo, com fornecimento de materiais selecionados e serviços especializados que garantem resultados de alta qualidade.

 


Manutenção de Jardim


 Os serviços de Manutenção de Jardins, dado o seu caráter contínuo, são previamente acordados, levando em conta a periodicidade e necessidades peculiares a cada caso, com o objetivo de preservar tanto quanto possível as características originais da área, ou levar a efeito as modificações desejadas pelo cliente. 

Tais serviços são executados em dias e horários determinados pelo cliente, respeitando todas as condições pré-estabelecidas.

 

 Nos trabalhos de manutenção de jardim são executados os seguintes serviços:

  • Limpeza de toda área ajardinada, retirando papeis, plásticos, cigarros e outros materiais;
  • Remoção de plantas invasoras – ervas daninhas;
  • Controle de crescimento das plantas de uma área sobre a outra evitando-se assim a descaracterização do jardim;
  • Poda de Árvores de acordo com a espécie ou período do ano, em vegetação de porte arbóreo e arbustivo, para formação e controle de crescimento;
  • Aplicação de defensivos agrícolas, sempre que necessários;
  • Afofamento da terra dos canteiros e vasos;
  • Refilamento ao entorno das árvores;
  • Recorte da vegetação para delineação dos canteiros;
  • Adubação química gratuita uma vez ao ano;
  • Apara do gramado;

  

 Visita mensal de um paisagista ou técnico, onde o mesmo verifica:

  • Se a irrigação está sendo feita de forma adequada;
  • Se o jardim necessita de recomposição ou substituição de alguma espécie vegetativa;
  • Se o jardim está infectado por alguma praga;

 É responsabilidade da AMBIENTY:

  • Execução tecnicamente perfeita da prestação de serviços em todas as suas fases e etapas, até a sua respectiva conclusão e aceitação final do Cliente;
  • Funcionários qualificados para a prestação de serviços;
  • Substituição de funcionários que, avaliados pelas partes, não estejam desempenhando adequadamente suas funções;
  • Equipamentos, ferramentas e maquinaria próprios para execução dos serviços;
  • Dados causados ao Cliente ou a terceiros por funcionários, prepostos, máquinas ou quaisquer materiais e equipamentos usados na execução dos trabalhos;
  • Pelas normas de segurança, fornecendo a seus funcionários uniformes e equipamentos de proteção individual (EPI’s) específicos ao tipo de atividade;
  • Salários de seus funcionários e respectivas obrigações de ordem civil, trabalhista, previdenciária e securitária, sendo que não existirá vínculo empregatício de nenhuma espécie com o Cliente;
  • Emprego de material de primeira qualidade, devidamente comprovada, com exceção de plantas, terra vegetal, adubos orgânicos e materiais de consumo, os quais são orçados e cobrados a parte;

Dúvidas mais frequentes:


 

Um serviço para a manutenção do imóvel, pode prejudicar o jardim?


Sim, muitas obras que são realizadas principalmente em condomínios, são muito prejudiciais ao jardim, por isso antes de executar algum serviço o paisagista responsável deve ser consultado.
Dependendo da obra, há necessidade de remoção de espécies vegetativas, mas nem todas podem ser reaproveitadas, e o acondicionamento delas em outro local deve ser feito com muito cuidado para não correr o risco de morte da planta.
A maioria das plantas, são plantadas ainda jovem, com pouca raiz, e com o passar do tempo essa raiz se espalha pelo canteiro para dar sustentação a planta que cresce, ao remover essa planta não é possível retirá-la com toda raiz, ocorrendo assim a morte da mesma.

 

O Fícus Benjamim, uma espécie muito comum em condomínios, pode prejudicar a impermeabilização, tubulação e drenos do local onde está plantado?


Sim, além do Fícus a Cheflera também é uma planta muito utilizada, pois requer poucos cuidados, essas espécies possuem raízes vigorosas, entram em tubulações e drenos, e dependendo do local que foram plantadas (um pequeno canteiro), com o tempo podem causar rachaduras, prejudicando a impermeabilização.

 

Lavagem da fachada do imóvel, prejudica o jardim?


Sim, na maioria das vezes o profissional que executa esse serviço, não se preocupa em cobrir a área ajardinada próximo ao local onde ele executará o serviço, e dependendo da quantidade dos produtos químicos utilizados pode vir a matar as plantas. As espécies que mais prejudicadas são as forrações como Gramas, Grama Preta, Pingo de Ouro, Amendoim rasteiro, Onze Horas, Lantanas, etc... Por isso salientamos a necessidade de consultar o paisagista responsável antes de iniciar qualquer tipo de serviço.

 

Posso remover ou fazer Poda de uma árvore que se encontra na calçada?

 
Não, esse serviço é executado somente pela Prefeitura do Município, no caso de São Paulo, a Subprefeitura da região está autorizada a realizar a poda de árvores ou remoção, a solicitação pode ser feita pelo telefone 156 ou via internet Site da Prefeitura Se a árvore estiver correndo risco de queda ou se a necessidade for poda devido aos galhos estarem prejudicando a rede elétrica o serviço não tem custo algum ao contribuinte.

 

Posso cortar ou podar uma árvore que se encontra nas dependências de um imóvel?


Sim, mas para isso é necessário obter uma autorização junto a Prefeitura do Município. Para se obter essa autorização, é necessário:

  • Xerox do RG e do CPF do proprietário/responsável, no caso de Condomínios, documentos necessários são do Síndico;
  • Requerimento obtido junto a Subprefeitura da Região, o qual deve ser preenchido informando o motivo e a necessidade da realização da poda ou corte (assinada pelo responsável);
  • Croqui contendo a localização da árvore no terreno;
  • Cópia do IPTU;
  • Comprovante de endereço;
  • No caso de condomínios, abaixo assinado contendo: nome, RG e assinatura de mais de 50% dos Condôminos (concordando com o serviço solicitado);

Após a entrega da documentação acima, a Prefeitura enviará um engenheiro agrônomo ao local para autorizar o serviço.

A AMBIENTY, está apta a realizar esse tipo de serviço, entre em contato com nosso departamento comercial que daremos maiores informações.

 

Preciso pintar o imóvel, a tinta pode prejudicar as plantas?


Se for em excesso sim, pois a planta respira pelas folhas e se essas estiverem muito respingadas por tinta, pode ocasionar a morte das mesmas. Os respingos de tintas nas folhas a maioria das vezes só prejudica o aspecto geral do jardim, pois a tinta só sairá com a queda da folha.

Qual a diferença entre os adubos existentes no mercado?

 

Os adubos são classificados em duas categorias, os químicos e os orgânicos.

A ação dos adubos químicos é bem rápida, mas sua ação dura pouco e devemos utilizar pequena quantidade para não queimar as plantas. Já os adubos orgânicos devemos utilizar uma maior quantidade, e sua ação é bem lenta mais duradoura, além de estruturar melhor o solo.

Exemplos de adubos:

Químico: NPK 10 x 10 x 10;

NPK 04 x 14 x 08;

Orgânico: Húmus de Minhoca;

Esterco de galinha e animal;

Farinha de Osso;

Torta de Mamona;

Composto orgânico;

 

Como posso exterminar uma praga sem uso de produtos químicos?

 

Algumas pragas como Lesmas, Lagartas, Moscas da Fruta, Formigas Cortadeiras, Fungos, Ácaros, Pulgões e Cochonilhas, podem sim serem eliminadas com ajuda de produtos atóxicos, veja as receitas na página “DICAS”.



Quais as plantas que se adaptam a ambientes internos com pouca
Luz?

 

As espécies vegetativas que mais se adaptam a sombra são as – Jibóias, Palmeira-Rafis, Singônio, Filodendro, Asplênio, Antúrio e o Lírio da Paz.

Mas se local recebe pelo menos 4 horas diárias de luz indireta, outras plantas também se adaptam muito bem, são elas - Flor de Maio, Árvore-da-Felicidade, Calatéia, Cheflera, Chifre-de Veado, Costela-de-Adão, Violetas, Peixinho e Begônia.

 

Existe alguma planta que dá flor o ano todo?

 

Sim, são as plantas de ciclo vital curto – plantas anuais – Maria-Sem-Vergonha, Amor Perfeito, Boca de Leão, Lobélias, Tagetes e Begônia sempre florida. E as Plantas Vivazes, que são as Azáleas Anãs, Gerânio, Lantana, Lírio da Paz, Antúrio e Mini-Rosa.

 

Qual a diferença entre as gramas existentes no mercado?

 

As gramas mais utilizadas são:

  • Grama São Carlos

Suas folhas são largas, cor verde intenso, lisas e lineares e sua formação é muito densa, se adaptando bem ao sol pleno, áreas semi-sombreadas e a locais que haja pouco pisoteio. Apresenta pouca resistência à seca. É uma grama que exige corte freqüente para manter um bom aspecto.

Indicada para : jardins residenciais, públicos, áreas industriais e casa de campo, principalmente em regiões de clima mais frio

  • Grama esmeralda

Suas folhas estreitas, pequenas e macias, cor verde esmeralda, bastante densa e uniforme. É uma grama que exige sol pleno, mas se o período de sombra for pequeno ela resiste muito bem, apresenta média resistência ao pisoteio e o corte não precisa ser muito freqüente.

Indicada para: jardins residenciais, áreas industriais, casas de campo e praia, playgrounds e campos de esportes em geral.

  • Grama Batatais

Conhecida também como Grama Mato Grosso, suas folhas são lineares, longas, duras e ligeiramente pilosas, é uma planta muito rústica, adaptando-se muito bem a grandes áreas verdes, solos pobres e secos, evita a erosão. Só deve ser plantada a sol pleno, não resiste à sombra.

Indicada para: taludes, contenção de erosões, canteiros centrais de rodovias, parques públicos e campos de futebol.

  • Grama Coreana ou Japonesa

Suas folhas são finas, de cor verde vivo, curtas e bem macias, utilizadas somente em sol pleno, exige pouca manutenção, pois o crescimento é lento. A aparência dela é muito mais bonita quando não é podada, pois quando ocorre o corte ela fica aparentando que está seca. Essa planta não é muito resistente ao pisoteio, exige irrigação periódica e um solo rico em nutrientes.

Indicada para: jardins orientais e delicados.

  • Grama Santo Agostinho

Conhecida também como Grama Inglesa, suas folhas são de largura e comprimento médios, lisas e sua cor é verde escuro, Devendo ser utilizada somente em sol pleno, é uma grama que resiste bem às secas.

Indicada para: terrenos salinos e arenosos, casa da praia e demais jardins do litoral ou regiões com clima mais quente.

  • Grama Preta

Ela pertence a família das Liliáceas, não é uma gramínea, suas folhas são finas e longas, na cor verde escuro, diferente das demais gramas, ela não necessita de corte, mas o plantio deve ser feito em solo enriquecido, com boa drenagem, a irrigação deve ser freqüente e não suporta pisoteio.

Indicada para: locais sombreados e bordaduras.

  • GRAMA BERMUDAS

Suas folhas são estreitas, cor verde vivo, é uma grama que tem alta resistência a pisoteio, regenera-se muito rápido, para ser manter viçosa, necessita de adubação orgânica anual.

Indicada para: playgrounds, campo de futebol e outros tipos de esportes.

COBERTURA DO GRAMADO – A maioria das gramas acima, no inverno necessitam de cobertura, podendo essa ser feita com terra ou composto orgânico. A cobertura é aconselhável para evitar que o gramado fique queimado devido a baixa temperatura e também para repor a camada a terra que se perdeu com a época das chuvas.

O composto orgânico é indicado para cobertura do gramado, pois além de evitar a queima ele repõe os nutrientes do solo e prepara o mesmo para a chegada da Primavera.

A AMBIENTY fornece composto orgânico, terra preta ou mista, de ótima qualidade, peneirada e adubada, consulte nossos preços (não cobramos frete para a Grande São Paulo).